PhotoCatalysis.info

Por um mundo melhor

                contato@photocatalysis.info
  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • email

Após 42 meses, o projeto “NanoHouse”  concluiu que as nanopartículas usadas  tintas para pintura nas fachadas dos edifícios não representam um risco à saúde, embora admitam que o assunto deva ser tratado com cautela.

O projeto começou em janeiro de 2010 com o objetivo de promover o desenvolvimento responsável e sustentável de nanomateriais na indústria da construção civil. A União Europeia investiu mais de € 3 milhões no projeto que envolveu 9 parceiros de 5 países da Europa , para avaliar os níveis de exposição e  os riscos associados à exposição crônica de 2 tipos de nanopartículas (dióxido de titânio e prata) .O projeto avaliou tanto a exposição direta quanto indireta (através do meio ambiente para o homem: vegetais, água, etc)

Já é sabido que nanopartículas de óxidos de titânio, ferro ou zinco podem ser usados para proteção da radiação ultravioleta e têm atividade fotocatalítica para a destruição de poluentes. Entretanto, ainda permanece uma questão: quanto destes materiais devem ser misturados nas tintas para assegurar que estas funções sejam asseguradas?

O fato é que ainda  há poucos produtos no mercado contendo materiais nanoparticulados, embora seja uma oportunidade de produtos funcionais (tintas, concreto, pisos, etc) com as características autolimpantes e com capacidade de purificação do ar.

Os resultados deste projeto mostraram que a taxa de liberação das nanopartículas no meio ambiente era baixa – somente 1 a 2% e, na maioria dos casos, não são liberadas como nanopartículas (mas sim, ligadas a quantidades grandes da tinta), o que reduz significativamente seus efeitos de nanoescala.

Outra importante conclusão, é que os estudos toxicológicos mostraram que as tintas que continham nanopartículas apressentam o mesmo efeito no comportamento das células do trato grastrointestinal e sistema imunológico, do que as tintas que não continham as nanopartículas. Portanto, os pesquisadores consideram que estas nanopartículas não representem um risco agudo à saúde. Mas há que se ressaltar que as pesquisas mostraram que as nanopartículas são absorvidas pelas células. Se este acúmulo nas células pode ter algum efeito a longo prazo, não é descartado definitivamente.

 Parceiros do Projeto NanoHouse:

Parceiro do Projeto Nome País
CEA Commissariat à l’Energie Atomique et aux Energies Alternatives França
EMPA Eidgenössische Materialprüfungs- und Forschungsanstalt Suíça
CVR Consorzio Venezia Ricerche Itália
KULeuven Katholieke Universiteit Leuven Bélgica
JOSEPH FOURIERU. Université Joseph Fourier – Laboratoire de Géophysique Interne et Tectonophysique França
MATERIS PAINT MATERIS PAINTS ITALIA Itália
GFC GFC CHIMICA Itália
AKZO AKZO NOBEL COATINGS S.A. Holanda
PPG PPG Europe BV Holanda

Fonte: http://www.spacedaily.com

Categorias: Midia, Sociedade

Você deve estar registrado para postar um comentário.

Vídeo

Asociación Ibérica de la Fotocatálisis.



Destaques


Guia de Navegação

O PhotoCatalysis.info é dedicado a profissionais das várias áreas, pesquisadores, ...


SPEA10 vai acontecer

This is a kind reminder to our invitation to attend ...


Missão

PhotoCatalysis.info pretende torna-se uma das principais referências em língua portuguesa ...


História da Fotocat

A história da fotocatálise     - 1967: Os pesquisadores Akira Fujishima e ...


CIMTEC 2014 - 13a Co

CIMTEC 2014 - 13th International Conference on Modern Materials and Technologies ...


PhotoPAQ Conferênci

PhotoPAQ Conference 2014 Photocatalysis: Science and Application for Urban Air Quality 2014, 15-17 ...



Apoio