PhotoCatalysis.info

Por um mundo melhor

                contato@photocatalysis.info
  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • email
A Panasonic Corporation anunciou em agosto de 2013 que desenvolveu um sistema de purificação de água altamente eficiente utilizando um novo fotocatalisador. Este sistema remove poluentes tóxicos como os metais pesados (arsênio, cromo) e compostos orgânicos persistentes, com uma velocidade mais de 100 vezes maior do que os métodos convencionais.[ver nota  abaixo]
O fotocatalisador (um compósito de TiO2 e zeólita) tem uma estrutura especial e é fácil de ser separado da água, após o tratamento e é reciclável. Isto permite que o sistema de purificação de água seja pequeno e isolado da rede municipal de tratamento de água. Desta forma, é uma forma de produzir água potável em países em desenvolvimento, onde o tratamento de água potável deve ser seguro e de baixo custo.
A tecnologia de tratamento de água fotocatalítica convencional  usa o fotocatalisador em pó, o que exige que, após o tratamento, este deva ser removido por filtração ou centrifugação. É muito eficiente para remover poluentes nocivos à saúde e ao meio ambiente, alcançando em alguns casos, até 99,99% de remoção da água: arsênio trivalente e cromo hexavalente são convertidos em compostos químicos menos nocivos. Como não se consome nenhum produto químico durante o tratamento fotocatalítico da água, a tecnologia tem baixo impacto ambiental em comparação com outros métodos químicos de tratamento de água convencionais,

Novidades do Processo desenvolvido pela Panansonic

O processo desenvolvido pela Panasonic tem as seguintes características:

– A velocidade de separação do fotocatalisador da água é otimizada, pois este torna-se fácil de separar;

– O fotocatalisador, um compósito de TiO2/zeólita,  tem alta área superficial, o que contribui para sua alta atividade fotocatalítica;

– A luz UV solar é utilizada como fonte de luz, tornando o processo de menor custo e ambientalmente amigável

A Panasonic detém 10 patentes japonesas e 6 patentes no exterior, incluindo um pedido pendente, para este desenvolvimento.

 

Nota

1. Métodos convencionais (filmes finos ou leito de lama)

Filmes finos de fotocatalisador são formados a partir do método sol-gel, depositado num substrato inerte. A fixação do fotocatalisador resulta numa menor área de contato com os poluentes e diminui a eficiência das reações.

Leito de lama: as partículas finas do fotocatalisador ficam em suspensão na água durante o tratamento e, depois do tratamento, devem ser separadas da água para serem reutilizadas, num sistema de transferência automática do fotocatalisador. Este processo de separação do fotocatalisador em pó tem sido o principal obstáculo para a aplicação prática.

 

Contatos:

Tokyo Public Relations Office
Panasonic Corporation
Tel: 03-3574-5664 Fax: 03-3574-5699
Panasonic News Bureau
Tel: 03-3542-6205 Fax: 03-3542-9018
Fonte: http://panasonic.co.jp

 

Categorias: Midia, Sociedade

Você deve estar registrado para postar um comentário.

Vídeo

Prof. Fujishima fala sobre a fotocatálise.



Destaques


Guia de Navegação

O PhotoCatalysis.info é dedicado a profissionais das várias áreas, pesquisadores, ...


Fotocatalisando no t

O crescimento de fungos e mofo no telhado pode lentamente destruir ...


Missão

PhotoCatalysis.info pretende torna-se uma das principais referências em língua portuguesa ...


História da Fotocat

A história da fotocatálise     - 1967: Os pesquisadores Akira Fujishima e ...


CIMTEC 2014 - 13a Co

CIMTEC 2014 - 13th International Conference on Modern Materials and Technologies ...


PhotoPAQ Conferênci

PhotoPAQ Conference 2014 Photocatalysis: Science and Application for Urban Air Quality 2014, 15-17 ...



Apoio